Roberto Giannetti da Fonseca

Roberto Giannetti da Fonseca é economista formado pela USP e foi diretor de Relações Internacionais e Comércio Exterior da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo.

Economista formado pela USP, foi diretor de Relações Internacionais e Comércio Exterior da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo – entidade que representa 41% do setor industrial nacional – por nove anos.

Lá, Roberto Giannetti trabalhou para que o Brasil se abrisse para o mercado internacional, posição que defende com vigor por acreditar que a expansão das vendas externas é reforço para o desenvolvimento sustentado da economia.

A experiência de Roberto Giannetti é fundamentalmente na área de Relações Internacionais e Comércio Exterior: ele já foi ex-Secretário Executivo da Câmara de Comércio Exterior (CAMEX) vinculado à Presidência da República (no governo de FHC) e presidente da Fundação Centro de Estudos do Comércio Exterior. Em suas palestras, ele

roberto-giannetti-da-fonsec.jpg

defende que é possível superar desafios utilizando recursos financeiros e humanos para a empresa fazer o que mais sabe: trabalhar seu negócio, desenvolver mercados e produtos, gerar oportunidades de crescimento para acionistas e colaboradores. 

 

Roberto Gianetti da Finseca is an economist graduated from USP, he was director of International Relations and Foreign Trade at the Federation of Industries of the State of São Paulo – an entity that represents 41% of the national industrial sector – for nine years.

There, Roberto Giannetti worked for Brazil to open up to the international market, a position he vigorously defends because he believes that the expansion of foreign sales is a reinforcement for the sustained development of the economy.

Roberto Giannetti's experience is fundamentally in the area of ​​International Relations and Foreign Trade: he was former Executive Secretary of the Foreign Trade Chamber (CAMEX) linked to the Presidency of the Republic (in FHC's government) and president of the Center for Studies Foundation Foreign trade.

In his lectures, he defends that it is possible to overcome challenges using financial and human resources for the company to do what it knows best: work its business, develop markets and products, generate growth opportunities for shareholders and employees.