• Redação GRAPE ESG

Documentário Amazônia 4.0 é premiado no Cannes World Film Festival


O filme conquistou o Prêmio de Melhor Filme Ambiental. Esta é a terceira vez que a produção lançada pela Grape ESG, em abril deste ano, se destaca em um festival internacional.


Por Rhayana Araújo

O Amazônia 4.0 é destaque em mais um festival internacional. Desta vez, o documentário conquistou nesta quinta-feira, 24 de junho, o prêmio de Melhor Filme Ambiental da Cannes World Film Festival, referente ao mês de maio de 2021. Lançado mundialmente em abril deste ano pela Grape ESG, o filme tem produção executiva de Ricardo Assumpção e Ione Anderson, CEO e COO da plataforma, respectivamente.

Esta é a terceira premiação internacional do Amazônia 4.0. A primeira conquista foi o Jury Special Award de Melhor Documentário do Europe Filme Festival UK, sessão março e abril de 2021 (leia mais aqui). O segundo destaque foi no New York International Film Awards – NYIFA, na categoria Best Documentary Short (Melhor Curta Documentário), referente ao mês de maio (leia mais).

A missão do Cannes World Film Festival é destacar uma nova geração de talentos emergentes e uma nova onda de Cineastas. O Júri do Festival, composto por 7 membros da indústria cinematográfica, da música e de outras áreas artísticas e culturais, que não têm qualquer relação com os filmes em competição, premia em cada categoria os melhores filmes por meio de exibições privadas.

Todos os vencedores mensais são automaticamente inscritos na competição anual por uma chance de ganhar um Troféu e a oportunidade de ter seu filme exibido em um famoso teatro em Cannes. A cerimônia de premiação anual está programada para acontecer em 2022, em uma luxuosa Villa localizada em Cannes. Para mais informações sobre o Prêmio, clique aqui.

Sobre o Amazônia 4.0

O filme é baseado no Projeto Amazônia 4.0 - idealizado por Carlos Nobre, pesquisador sênior do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo (USP). O projeto visa agregar as potencialidades econômicas da sociobiodiversidade amazônica às novas tecnologias e possibilidades que emergem da Quarta Revolução Industrial (este conceito resulta da junção das tecnologias digitais, biotecnologias e ciências dos materiais, fazendo uma ampla utilização dessas tecnologias modernas para beneficiamento social, econômico e ambiental da Amazônia e suas populações).

O Amazônia 4.0 conta 25 minutos de duração e tem o objetivo de aumentar a conscientização sobre as principais questões em torno da sustentabilidade da Amazônia e da economia circular.

40 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo