• Redação GRAPE ESG

Ricardo Assumpção presente na Conferência Brasil Verde, realizada pelo Estadão


CEO da Grape ESG integrou painel sobre o desafio da governança socioambiental no primeiro dia do evento, que aconteceu online de 25 e 27 de agosto.

Por Redação Grape ESG


Na última quarta-feira, 25 de agosto, o CEO da Plataforma Grape ESG, Ricardo Assumpção, participou da Conferência Brasil Verde – Boas Práticas em ESG e Gestão Sustentável dos Negócios, realizada pelo Estadão. O executivo integrou o painel “O desafio da governança socioambiental: Soluções sustentáveis passam por novas abordagens corporativas”. A transmissão ocorreu por meio de plataforma digital.

Com moderação de Karla Spotorno, jornalista da Agência Estado, o debate contou também com a participação de Cassia Moraes, CEO da Youth Climate Leaders; Fabiana Costa, gerente de Sustentabilidade do Banco Bradesco; e Taciano Custódio, diretor de Sustentabilidade da Minerva Foods.

O painel discutiu, entre outras questões, as pontes que precisam ser feitas para que toda uma nova cultura seja criada, inclusive para pequenas e médias empresas, para unir a preservação ambiental à governança e à melhoria dos indicadores socioambientais de uma determinada região.

Na oportunidade, Ricardo Assumpção explicou como tem sido a atuação da Grape ESG para levar às empresas os valores da sustentabilidade. “Um dos papeis da Grape é ensinar as empresas como fazer isso. O ESG tomou um corpo grande nos últimos anos, o mercado passou a exigir, mas não é tão fácil fazer e muitas vezes as empresas acabam compartimentando. Nós mostramos como integrar sustentabilidade na estratégia, mas, para que possamos fazer isso, precisamos muito do subsidio da ciência. E foi por isso que criamos um conselho consultivo com especialistas gabaritados, com foco em construir um ecossistema mais completo para empresas, executivos e investidores”, O CEO da plataforma.

A conferência Brasil Verde teve como objetivo realizar um diálogo aberto para compartilhar experiências e aprendizados das empresas na adoção dos princípios ESG em seus modelos de negócio.

11 visualizações0 comentário